Se você pudesse fazer uma pergunta sincera para um revisor (e ele tivesse que responder), qual seria?

Depois de lançar essa pergunta em um grupo de tradutores, vimos que o resultado não podia ser pior: a maioria dos comentários teve um quê negativo, com pitadas de ironia e sarcasmo, e até mesmo tradutores falando abertamente das frustrações causadas pelo contato com seus revisores. Por que isso ainda acontece com tanta frequência? E o mais importante, o que fazer para que o problema deixe de ser recorrente?

Depois de muito pensar nessa questão, notamos que a conclusão é relativamente simples. Nossa formação acadêmica e profissional como revisores pode até nos preparar para dominar as regras da gramática e dos idiomas de trabalho, mas ainda há um longo caminho pela frente quando o assunto é inteligência emocional. Revisar deve ser, acima de tudo, um exercício de empatia.

O Curso de Revisão do TransMit será fundamentado justamente nessa visão empática, que busca colocar-se no lugar do outro para entender as circunstâncias que levam a determinadas decisões. Além de trabalhar as questões linguísticas, vamos apresentar ferramentas de empatia cognitiva que aprimoram nossas relações com tradutores e clientes em prol não apenas de bons textos, mas de parcerias estáveis e duradouras de trabalho. Porque, no fim das contas, precisamos de revisores que saibam ler textos e pessoas.

O Curso será lançado no primeiro trimestre de 2018, mas divulgaremos as novidades aos poucos pelo site e pela página do Projeto TransMit no Facebook. Aguarde!


Promova a cultura da empatia!

#TraduçãocomEmpatia #RevisãocomEmpatia

#TraduçãocomEmpatia #RevisãocomEmpatia