Participar do projeto TransMit foi uma feliz indicação de um amigo, também tradutor, experiente e bem colocado no mercado, que viu em mim potencial nessa nova carreira. O projeto realmente foca nas diferentes situações reais de trabalho, simulando a relação com agências, gerentes e clientes dos mais diversos tipos, e até “prega peças” para que possamos ficar atentos e não sejamos pegos no dia a dia, como costuma acontecer. Eu, tradutor iniciante, me sentia sem direção. Atualmente, o cenário está muito diferente e me sinto capaz de encarar qualquer trabalho.

Marcio Santos

( Rio de Janeiro )

Em primeiro lugar gostaria de dar os parabéns pelo projeto, muito boa a iniciativa. Também gostaria de agradecer o feedback e o alto grau de profissionalismo mostrados por vocês. Achei a devolutiva detalhada e mostrou bem os pontos em que devo me dedicar e aprimorar. Também achei excelente o material enviado, muita informação e suporte para ingressar na área, vou usar bastante. Obrigado!

Marcus D’Ajuz

( Rio de Janeiro )

Gostei do formato, dos textos e de quebra ainda aprendi um pouco mais do Wordfast (obrigado, Bruno). Vocês são ótimos, simpáticos, prestativos e claro, entendem do riscado. Foi tudo muito bom.

Pedro Dias

( Rio de Janeiro )

Estou muito satisfeita por ter participado e quero agradecer por tudo, pelos amáveis elogios e pelas palavras de encorajamento, que foram muito mais importantes do que vocês imaginam. Obrigada também por todos os ensinamentos, informações, dicas e pelo material disponibilizado. Foi tudo muito enriquecedor e será de extrema importância para meu desenvolvimento na profissão. O TransMit é muito bem pensado, e faz toda diferença poder treinar em um ambiente prático de trabalho. Afinal, sinto que a parte acadêmica não é suficiente, e começar a trabalhar tendo que aprender com os próprios erros é muito mais demorado, penoso e arriscado. Desejo muito sucesso, tanto como tradutores quanto no crescimento e fortalecimento do TransMit.

Viviane Andrade

( Paraíba )

O projeto TransMit veio ao encontro do que eu precisava: identificar como e onde era necessário melhorar. Sou tradutora iniciante, e a faculdade me parece muito mais teórica do que prática, o que me distancia da realidade do mercado. O material recebido ao final é bem rico, e estou feliz com o resultado. Agradeço as dicas e, sobretudo, o cuidado de todos vocês. Eu e meus colegas que fizeram TransMit temos ótimas referências, e há muitos outros colegas interessados. Vida longa ao TransMit!

Cecília Almeida

( Bahia )

Eu atingi meu objetivo com o projeto e encontrei algumas certezas onde ainda havia dúvida. Agradeço a paciência de todos vocês comigo e desejo tudo de bom com o projeto. Muito obrigado por me ajudarem a enxergar o caminho!

Tradutor anônimo

( Rio de Janeiro )