O projeto

Motivação

Todos os dias vemos como é difícil se firmar no mercado de tradução, principalmente quando se é freelancer. Além do investimento em faculdades, cursos, livros, dicionários técnicos e formação em geral, a maioria das agências e grande parte dos clientes diretos espera que o tradutor tenha ferramentas (caras) para fazer o trabalho.

Então, como conseguir a tão sonhada experiência, se muitos não abrem as portas justamente afirmando que os iniciantes não têm a experiência mínima necessária para começar? Essa realidade conflitante é a motivação do Projeto TransMit.

Como já diz o nome, os profissionais do projeto TransMit não querem apenas traduzir: queremos transmitir nossa experiência a quem ainda não tem. Nossa proposta é fazer isso por meio de um treinamento individualizado e totalmente personalizado de iniciação ou reciclagem.

Entendi. Então, é um curso de tradução?

Não; é uma oficina de mão na massa. Se o seu objetivo é aprimorar a prática, você veio ao lugar certo. No entanto, se você pretende estudar a tradução como disciplina que envolve teorização, recomendamos faculdades e cursos especializados. A ideia do TransMit é preparar os iniciantes para o mercado de trabalho por meio dos mais diversos cenários de projetos de tradução, simulados com base em experiências reais. Em poucas palavras, você recebe um projeto, pratica o uso de uma ferramenta, recebe um feedback linguístico completo e repete esse processo com textos de naturezas diferentes: exatamente como acontece nas grandes empresas.

A complexidade do cenário aumenta à medida que você aceita outros projetos. Isto é, a cada nova etapa você trabalha com volumes maiores e, aos poucos, vai aprendendo a lidar com instruções e prazos mais complexos, até saber calcular sua própria média de produtividade. Além disso, você aprenderá a lidar com projetos robustos, usando materiais de referência encorpados, como glossários, bases terminológicas e guias de estilo específicos.

Gostei! Como funciona?
Após a entrevista e nossa ambientação inicial, você receberá o primeiro projeto por e-mail, com todas as instruções especificadas. Depois de um período máximo de uma semana, você receberá o feedback linguístico por escrito e o responderá, também por escrito, por e-mail. Por fim, nos reuniremos ao vivo para trocar ideias sobre todo processo e, conforme o seu progresso, seguiremos para os próximos projetos.

Com isso, podemos avaliar juntos como teria sido seu desempenho se o projeto em questão fosse verdadeiro: você conseguiu entregar no prazo? Sua produtividade é boa, em comparação com a média do mercado? A qualidade linguística da sua tradução atendeu às expectativas, ou ainda tem espaço para ficar melhor? Você reagiu bem ao feedback e soube se posicionar sem agredir o revisor? Do que você precisa para melhorar? Um profissional dedicado responderá essas e muitas outras perguntas, além de orientar para que você não volte a cometer os mesmos erros no próximo projeto.

Entrevista?
Sim, você será entrevistado (por Skype), mas não entre em pânico: eu garanto que a experiência não será como a daquelas entrevistas aterrorizantes de emprego, de admissão em faculdades ou algo do tipo. Procure pensar em um bate-papo descontraído, em que você e um profissional especializado trocarão ideias por Skype e se conhecerão um pouco melhor. Só assim será possível saber quais são as suas necessidades reais, e se o treinamento pode ou não atendê-las. Se percebermos que você precisa de outro tipo de orientação, ficaremos felizes em indicar o caminho das pedras.

Por que ser individualizado?
A ideia de individualizar o treinamento parte do princípio de que é importante ter um profissional dedicado única e exclusivamente a você. Ou seja, seus problemas, falhas, erros e maiores “micos”, sejam lá quais forem, não serão compartilhados em uma sala de aula lotada. Essas informações ficarão só entre você e o avaliador; ninguém mais.

Além disso, com esse modelo individualizado, você receberá conteúdos, referências de leitura e materiais de estudo (muitos deles gratuitos) direcionados especificamente às suas necessidades. Assim, será possível atacar seus pontos fracos com mais eficácia e desenvolver os pontos fortes com índices mais altos de sucesso.

Que tipo de profissional vai realizar o treinamento?
Nossos treinadores são profissionais com uma experiência invejável em tradução, gerenciamento de projetos e gerenciamento de fornecedores, que também têm um belo background em avaliações linguísticas. São tradutores, revisores e gerentes que se cansaram de ver os esforços dos iniciantes irem por água abaixo por falta de orientação básica.

Queremos usar a nossa experiência para ajudar você desenvolver a sua. Vamos acompanhar você desde o início, oferecendo a oportunidade da falha. Conosco, você está livre para cometer os erros comuns de um iniciante sem que isso traga consequências mais sérias para a sua carreira.

Como serão esses projetos?
Os projetos acontecerão exatamente como acontecem em uma agência de tradução. Enviaremos um arquivo, você fará a tradução em uma ferramenta e devolverá o texto no prazo acordado. Se você já tiver alguma ferramenta, podemos tentar aproveitá-la. Caso contrário, temos sugestões de outras ferramentas, pagas e gratuitas.

Quanto ao conteúdo, inicialmente trabalharemos textos aleatórios, com um nível progressivo de complexidade, para ajudar na identificação das suas próprias preferências textuais. Além disso, cada projeto terá suas próprias instruções, contagens de palavra e materiais de referência, o que exigirá de você interações e negociações diferentes com o gerente de projetos responsável pela sua orientação.

O que eu ganho com o treinamento?
Já adianto logo, você não vai ganhar o peixe assim tão fácil nem vai aprender “somente” a
pescar. O objetivo do treinamento é orientar você desde o início, no momento da compra de molinetes, anzóis e iscas, até o fim, quando você estiver pronto para fazer uma bela receita com seu peixe. Ou seja, você se familiariza com uma ferramenta de tradução, ganha aprimoramento linguístico, seu texto ganha qualidade e seu trabalho ganha autonomia profissional.

Dependendo do seu desempenho e do resultado das avaliações, talvez você ainda ganhe o bom e velho empurrãozinho para entrar com o pé direto no mercado de trabalho. Quem sabe não possamos indicar agências de tradução que buscam profissionais exatamente como você?

Não sou iniciante, mas tenho interesse. Posso fazer o treinamento?
Pode e deve. Além do viés da iniciação, o treinamento visa trabalhar a reciclagem do profissional que, por qualquer motivo, deixou de atuar. Assim como os iniciantes, esses profissionais precisam se habituar novamente à realidade da tradução, e ficaremos igualmente felizes em ajudar.

O treinamento acontece em quais idiomas?

Inicialmente o Projeto TransMit contava apenas com revisores de inglês > português. No entanto, conforme a demanda para o espanhol crescia, vimos a necessidade de buscar um revisor especializado em  espanhol > português. Por ora, trabalhamos apenas com esses dois pares.

Contato

Para saber mais, envie uma mensagem para o e-mail [email protected] com a linha de assunto Tenho interesse no Projeto TransMit, especifique o idioma de interesse e aguarde nossas informações.

Importante: se você não receber a resposta em alguns dias, confira sua caixa de spam! Podemos estar perdidos lá.